APRAM assinala amanhã os 55 anos do Porto do Funchal

17 Jul 2017 / 17:47 H.

A Administração dos Portos da Região Autónoma da Madeira (APRAM) celebra amanhã, o “Dia do porto”, uma forma de assinalar os 55 anos do Porto do Funchal e de lembrar a importância desta infraestrutura no desenvolvimento da região.

A 18 de julho de 1962, os madeirenses conseguiram ver a concretização de uma aspiração de séculos: finalmente, a região passava a dispor de um porto com condições para a acostagem de navios e o imprescindível serviço de fornecimento de combustível líquido à navegação. É essa data que o Conselho de Administração da APRAM quer evocar, ao celebrar a partir deste ano, o 18 de Iulho como “Dia do porto”.

Para o “Dia do porto”, a APRAM agendou uma série de iniciativas, num dia que se pretende seja de abertura à população que nas visitas guiadas poderá visitar áreas do porto que normalmente estão vedadas. Antecipou-se uma iniciativa que deveria ocorrer em outubro, “As Conversas no porto”. A primeira edição tem lugar nesta terça-feira às 17 horas, com o objectivo, de se falar sobre o nosso porto em várias perspetivas, enquanto espaço permanente de mobilidade e em várias situações. Segue-se a Parada Náutica e a parte final, é dedicada aos trabalhadores, estando prevista a entrega de placas alusivas a 41 trabalhadores, com mais de 35 anos de serviço.

Programa do ‘Dia do porto’:

14h00 – Gare aberta com visitas guiadas

16h30 – Visita à Exposição sobre a História do Porto

17h00 – “Conversas no porto” - O porto na História e na memória

17h30 – Parada Náutica

18h15 – Convívio APRAM, com funcionários e comunidade portuária e marítima

18h30 – Entrega de placas alusivas aos trabalhadores com mais de 35 anos de serviço

Outras Notícias