Madeira

“Não abandonamos, como outros, os eleitos”, atira José Prada

Novos presidentes de Junta do PSD recebem formação autárquica

None

O PSD-M reúne esta tarde na sede do partido, na Rua dos Netos, Funchal, os novos presidentes de freguesia eleitos nas últimas eleições Autárquicas, nesta que é a primeira “de muitas” acções de formação sobre a gestão autárquica que o partido quer desenvolver ao longo do mandato.

“É a primeira de muitas que o PSD tenciona fazer com os novos autarcas”, assegurou ao DIÁRIO o secretário-geral do PSD-M, José Prada.

Na linha do que já foi feito no passado, os social-democratas madeirenses voltam a apostar em dar formação aos novos autarcas eleitos, para que estes estejam melhor preparados a enfrentar os desafios que são colocados na governação das autarquias, nomeadamente em áreas que exige conhecimentos técnicos, como seja a jurídica, a financeira e mesmo a regimental.

Prada lembra que nesta proximidade aos autarcas “somos pioneiros e exemplo na Madeira”, uma aposta para melhor preparar os eleitos locais para o exigente desempenho do dia-a-dia, neste caso, das freguesias, sendo que futuras acções serão igualmente realizadas ~para também melhor preparar os autarcas com funções municipais.

“Além de ser uma formação importante, não abandonamos, como outros, os eleitos”, disse, em jeito de recado.

Designada de ‘Matérias Contratação pública, orçamentos e gestão financeira’, esta primeira formação conta não só com os novos presidentes de junta eleitos pelo PSD – freguesias do Funchal, do Seixal (Porto Moniz), Ponta do Pargo (Calheta) e São Jorge (Santana) mas também com alguns autarcas reeleitos no município do Funchal, que aproveitam a sessão para actualizar ou mesmo adquirir novos conhecimentos sobre a actividade.

“Estamos a começar pelos novos eleitos, autarcas nas juntas de freguesia, porque são eles que têm o primeiro contacto com a população. São os primeiros que dão a cara pela população, e essas pessoas merecem tudo de nós, quer os autarcas, quer a população. Como estão a iniciar a actividade (mandato), são aqueles que precisam mais do nosso apoio, do apoio do partido, por isso o nosso empenho em preparar cada vez mais e melhor os nossos autarcas”, concretizou o dirigente partidário.