PTP quer melhores condições para os feirantes do Santo da Serra

13 Ago 2017 / 14:15 H.

A candidatura do PTP à Câmara Municipal de Santa Cruz foi, esta manhã, à feira do Santo da Serra contactar com os feirantes e defender melhores condições para aquele espaço.

“Não existe feira na Madeira que atraia tanta gente como a do Santo da Serra. Os nossos agricultores vendem aqui os seus produtos e vêm pessoas de toda a ilha, e até estrangeiros, aqui comprar”, diz Noé Caetano. Apesar desta dinâmica, o candidato do PTP à junta de freguesia do Santo da Serra considera que as condições oferecidas pela autarquia ficam muito aquém do desejado.

“A Câmara Municipal em vez de ter feito uma espécie de gaiola em volta da feira, que só afugenta os clientes, devia ter apostado na cobertura do espaço. O que acontece é que quando dá mau tempo os comerciantes têm de juntar a roupa e calçado e fugir porque não existe o mínimo de condições para trabalhar”, argumentou.

Noé Caetano referiu ainda que a autarquia santacruzense parece estar “distraída” no que concerne à Feira do Santo da Serra. “Isto está cheio de gente, mas os comerciantes não têm o mínimo de condições para trabalhar. E muitos abandonam a actividade por causa disso”, denuncia.

Caso seja eleito, o candidato do PTP promete “criar condições físicas para melhor albergar a mercadoria, porque a feira do Santo da Serra é uma fonte de riqueza para o concelho que deve ser apoiada e preservada”.

Outras Notícias