Roquelino quer devolver IRS e orçamento participativo

12 Ago 2017 / 10:27 H.

Durante a apresentação pública da candidatura social-democrata, que decorreu no parque de estacionamento de Santa Cruz, Roquelino Ornelas enfatizou que “é preciso que o PSD vença as eleições autárquicas” e avançou com algumas propostas caso os social-democratas saiam vencedores a 1 de Outubro.

“Apoiar as famílias e empresas do concelho por via da devolução de IRS e baixa da taxa de derrama”, foi uma das medidas enunciadas por Roquelino Ornelas. “No caso desta taxa, presentemente, não se oferece qualquer atractivo à fixação no concelho. Nos municípios mais próximos é mais baixa a taxa de derrama, provocando inclusivamente a deslocalização das empresas”, recordou.

Por outro lado, o candidato diz pretender implementar a prática de orçamento participativo já a partir de 2018, “pelas notórias vantagens na resolução de problemas concretos dos munícipes e pelo que representa de pedagogia e prática cívica e democrática”.

Roquelino Ornelas disse também propor, caso vença as eleições, à Direcção Regional de Estradas “a requalificação da antiga estrada regional 101, troço entre a Cancela e o Porto Novo, de forma a ser utilizada como ciclovia”. O cabeça de lista à Câmara de Santa Cruz propôs-se, ainda, a implementar lugares de estacionamento só para os moradores nos centros urbanos e criação da marca Santa Cruz.

Falando em nome dos 178 candidatos, na sua grande maioria independentes, (“nenhum é profissional da política”), Roquelino Ornelas recordou que a grande maioria da sua equipa é composta por “independentes”, com “experiências de vida diversificadas”. “E para todos os efeitos, repito, não temos nada a ver com eventuais erros do passado, seja em que mandato autárquico for”, fez questão de clarificar. “O nosso propósito é focar as nossas energias no que verdadeiramente interessa. Não em quezílias estéreis. Em pequenos rancores”, rematou.

Roquelino Ornelas falou ainda numa ação autárquica orientada “por princípios de proximidade e de diálogo com as populações, juntas de freguesias, associações e com o Governo Regional”, anunciando medidas como: a criação do Balcão do Emigrante, um Roteiro do Concelho e a limpeza, reparação, sinalização e divulgação de veredas e caminhos antigos “que outrora foram de uso nas comunicações dentro das freguesias e entre estas e a sede de concelho”.

Falou também em proceder à monitorização da rede pública de distribuição de água potável e sua posterior substituição, “de forma a evitar os atuais índices de perda, na ordem dos 72%”. O candidato social-democrata defendeu uma avaliação urgente do sector de resíduos sólidos urbanos, “de forma a reverter a persistente incompatibilidade entre a necessidade de prestar um serviço essencial que dá conta da qualidade de vida no Município e os seus custos operacionais”.

O desbloqueamento do impasse relativo ao Parque Empresarial da Cancela, o reforço de efectivos da corporação municipal de bombeiros, a verificação e reforço de equipamento das bocas-de-incêndio do concelho e uma maior rapidez e eficácia no acompanhamento social dos agregados familiares carenciados, “sem exceções de qualquer ordem”, foram outras das promessas avançadas ontem por Roquelino Ornelas.

Outras propostas desta candidatura passam pela: criação do Balcão do Agricultor, criação de um gabinete de apoio aos jovens (nomeadamente na criação do próprio emprego e habitação), criação da assembleia municipal jovem, apoio para a natalidade, e constituição do cartão jovem municipal.

Outras Notícias