PSD/Madeira critica PS por chumbar solução para emigrantes lesados pelos bancos

15 Jul 2017 / 18:58 H.

O Conselho Regional do PSD/Madeira criticou hoje o PS por ter chumbado, na Assembleia da República, uma proposta da sua autoria para encontrar solução para os lesados do Banif e do BES, nomeadamente os emigrantes.

“O PSD/Madeira volta a vincar a defesa intransigente dos interesses da Região Autónoma da Madeira - o que sempre incluirá a dos nossos emigrantes! - e lamenta que o Partido Socialista de António Costa tenha chumbado na Assembleia da República uma proposta nossa que pretendia encontrar uma solução para quem perdeu as suas poupanças nos bancos que foram alvo de medidas de resolução”, disse o porta-voz da reunião, que decorreu na freguesia da Camacha, concelho de Santa Cruz, na zona oeste da ilha.

Sérgio Marques, que é também secretário regional dos Assuntos Parlamentares e Europeus, realçou que o partido “continuará a exercer pressão” para que uma solução seja encontrada para os ex-clientes daqueles bancos que foram “excluídos” pela atual lei.

“Não abandonamos quem foi prejudicado”, vincou o porta-voz do Conselho Regional do PSD.

Os social-democratas madeirenses sublinham, por outro lado, que o partido está mobilizado em torno dos candidatos às eleições autárquicas de 01 de outubro, nomeadamente Carlos Teles (Calheta), Pedro Coelho (Câmara de Lobos), Ricardo Sousa (Machico), Roquelino Ornelas (Santa Cruz), João Gabriel Caldeira (Santana), Rui Nélson Rodrigues (Porto Moniz), Virgílio Pereira Ganança (Ponta do Sol), Nivalda Gonçalves (Ribeira Brava), Idalino Vasconcelos (Porto Santo), Rubina Leal (Funchal), bem como José António Garcês (São Vicente).

Sérgio Marques disse que o objetivo é “reconquistar e vencer a maioria das câmaras municipais”, bem como conquistar a presidência da Associação de Municípios, sendo que nas eleições de 2013 o PSD perdeu em sete dos onze concelhos que constituem a Região Autónoma da Madeira.

“O Conselho Regional reforça a necessidade de se manter o espírito popular que sempre caracterizou o partido, promovendo uma política de proximidade com a população, com o objetivo de divulgar o seu projeto para os municípios”, declarou o porta-voz, realçando que o partido “reúne os melhores quadros para retomar o ciclo de desenvolvimento e crescimento que ficou parado em muitas das autarquias da Região, sob a gestão de outros partidos”.

Propostas de alteração do PSD, CDS e BE à legislação que enquadra a solução para o papel comercial, e que poderiam alargar o âmbito desta a outros lesados, nomeadamente emigrantes, foram na sexta-feira chumbadas na votação parlamentar na especialidade.

Tópicos

Outras Notícias