Candidato do PSD na Ponta do Sol quer unir patrimónios

Virgílio Pereira quer recuperar antigos acessos à serra

11 Ago 2017 / 18:51 H.

Virgílio Pereira quer recuperar os antigos acessos à serra, valorizando o património religioso, geológico e histórico que une litoral e zonas altas. O objectivo, diz o candidato do PSD à presidência da Câmara Municipal da Ponta do Sol, é possibilitar acessos pedonais que permitam aos visitantes acederem a muito do que o concelho tem de melhor.

Aliás, todo este projecto será complementado, anunciou, com a criação, na vila da Ponta do Sol, do Centro Histórico Digital, que dará a conhecer as melhores paisagens e o património existente, bem como os trilhos para lá chegar.

Virgílio Pereira lembra que a sua candidatura objectiva olhar com o concelho como um todo e que esta aposta insere-se nessa estratégia mais global.

“Nós achamos que toda esta zona tem um valor patrimonial rico, nomeadamente religioso, geológico (no Paul da Serra), e histórico (Rabaças e a Fajã Redonda), para além de áreas de lazer, como a Bica da Cana e os Estanquinhos, que também precisam de melhoramentos. E é toda esta zona que importa valorizar”, frisou.

Neste sentido, “a candidatura pretende fundamentalmente melhorar os acessos e criar uma interligação do património das zonas baixas como o das zonas altas, que é muito vasto e valioso”. “Queremos que as pessoas, ao fazerem este percurso tenham acesso a todo esse património”, acrescentou.

Ao nível dos acessos às zonas altas, “falta na Lombada o melhoramento entre os sítios da Serra e da Quinta, na Ponta do Sol o melhoramento do caminho Real 28 e nos Canhas dar uma nova dinâmica à rota do Paul da Serra, que tem vindo a perder intensidade nos últimos anos”.

Esta interligação entre os dois patrimónios permitirá, realçou, uma valorização da floresta, em termos globais.

“Com estes melhoramentos, contribuiremos para uma maior prevenção e combate aos incêndios e atrairemos um turismo de qualidade, sustentável, que seja a marca do nosso concelho, projectando assim a Ponta do Sol na Madeira e no exterior”, concluiu.