Teste avalia funções cognitivas

A iniciativa decorre até à próxima terça-feira na Farmácia Portuguesa, que promove a acção em parceria com a Fundação São João de Deus

21 Jan 2020 / 09:35 H.

Começou hoje às 9 horas e decorre até à próxima terça-feira, inclusive, um teste ao nível do rastreio cognitivo promovido pela Farmácia Portuguesa em parceria com a Fundação São João de Deus. A farmácia fica localizada na Rua João Tavira, no Funchal, e é lá que são realizados os testes, diariamente entre as 9h e as 17h, mas é necessária marcação prévia.

Esta acção está indicada para pessoas com idade igual ou superior a 55 anos, com queixas de esquecimentos, problemas em memorizar coisas, cansaço psicológico, entre outros, anuncia a farmácia, revelando que o teste desenvolve-se em duas partes, uma parte de questionário, onde é pedido às pessoas que respondam a perguntas relacionadas com ocupações, relações familiares, consumo de substâncias, comorbilidades físicas e medicação e alterações comportamentais. A segunda metade é um teste (mini-mental state), que avalia as funções cognitivas, nomeadamente a orientação, retenção, atenção e cálculo, evocação, linguagem e habilidade construtiva.

O rastreio é conduzido por duas psicólogas. As vagas para este primeiro dia estão já esgotadas.