Governo e autarquias são “cúmplices” no caso da extracção de inertes nos Socorridos, diz Edgar Silva

21 Jul 2019 / 15:12 H.

Sobre a manchete do DIÁRIO, relacionada com a extracção clandestina de largas toneladas de material inerte do leito da Ribeira dos Socorridos, Edgar Silva, coordenador regional da CDU, disse que o que se passa nesta ribeira é também “um dos ácaros da Região”.

“Ácaros da Região são os governantes que permitem e promovem actividades tão nocivas para o ambiente e o interesse público, mas são também ácaros da Região estes negociantes e comerciantes que a pretexto de grandes e fabulosos negóciosnão olham a meios para rapinar o que há de recursos da Natureza. E isto aplica-se ao caso dos Socorridos que temos vindo a acompanhar há muitos anos, assim como ao Vale do Porto Novo que já está a chegar à zona da Camacha”, disse.

Edgar Silva afirmou que estas situações tornam-se “mais graves” pelo facto de acontecerem com a “conivência e a cumplicidade do Governo Regional e das autarquias”.

Outras Notícias