CDU exige passe único no transporte rodoviário e novo modelo de subsídio de mobilidade

17 Nov 2019 / 15:53 H.

A CDU organizou hoje, no Funchal, uma Festa/Comício de onde resultaram “propostas concretas de reivindicação e de luta política na Região Autónoma da Madeira”.

Segundo Edgar Silva, coordenador regional, uma das medidas que querem ver resolvidas pelo Governo Regional tem a ver com o passe único em todas as companhias de transporte rodoviário de passageiros, da mesmo forma que exigem ao governo de António Costa “a publicação das portarias que estão em falta” no que respeita à mobilidade aérea.

“Não daremos tréguas ao Governo Regional do CDS/PSD na Região enquanto não estiver em vigor o passe único e tudo faremos para intensificar a pressão política sobre o Governo do PS para que acabe de uma vez por todas o ‘veto de gaveta’ à lei que está por regulamentar”, referiu Edgar Silva que criticou o Governo da República em relação ao adiamento da aplicação do novo modelo de subsídio de mobilidade, que permite aos residentes na Madeira o pagamento de 86 euros nas viagens aéreas para o Continente português.

O almoço/comício contou ainda com a intervenção de Lina Barradas, da Juventude CDU, que apontou para o “grande retrocesso das políticas ligadas à juventude e ao ensino” na Madeira.

Outras Notícias