Três homens acusados de tentativa de atentado em Paris

07 Out 2017 / 11:07 H.

Três homens, dois sinalizados por radicalismo islamita, que pretendiam perpetrar um ataque em Paris com quatro bombas de gás e um dispositivo de ativação, foram acusados de tentativa de atentado, informaram hoje fontes judiciais.

Os três homens, Aymen B., Amine A. e Sami B., foram presentes na última noite a um juiz antiterrorista e ficaram em prisão preventiva por tentativa de assassínio em grupo organizado com objetivos terroristas, informa hoje meios franceses.

O Ministério Público de Paris indicou na sexta-feira que foram evitadas consequências que “poderiam ter sido dramáticas” graças à localização das referidas bombas de gás por um vizinho, que preocupado com o cheiro a gás avisou as autoridades na madrugada de 1 de outubro.

As bombas de gás foram colocadas à entrada de um imóvel do exclusivo distrito XVI de Paris (oeste) e o dispositivo de activação, que falhou por razões ainda desconhecidas, foi feito a partir de um telemóvel e estava unido com cabos às bombas, as quais foram regadas com gasolina.