Pelo menos 18 mortos, a maioria estudantes, em cataratas no Gana

Cataratas Kintampo é ponto turístico de paragem obrigatória

Gana /
20 Mar 2017 / 09:14 H.

Pelo menos 18 pessoas, na sua maioria estudantes, morreram e outras 30 ficaram feridas depois de uma árvore ter caído sobre as cataratas Kintampo, no centro do Gana, durante uma tempestade, informaram hoje os serviços de emergência.

O acidente ocorreu na tarde de domingo quando um temporal derrubou diversas árvores a partir do topo das cataratas, incluindo uma de grandes dimensões que se abateu sobre um grande número de pessoas quando nadavam.

A maioria das vítimas era estudante de um instituto e da Universidade de Energia e Recursos Naturais e participava numa excursão à zona.

Fontes do Serviço Nacional de Bombeiros explicaram que, até ao momento, foram recuperados 18 corpos, um número que pode vir a aumentar, dado que as equipas de resgate prosseguem com as operações na zona.

Além disso, cerca de 30 feridos foram transportados para hospitais próximos, onde alguns continuam a receber assistência médica.

Testemunhas relataram que os serviços de emergência tentavam retirar as pessoas que estavam encurraladas nas cataratas cortando os ramos das árvores com motosserras.

As cataratas Kintampo encontram-se no rio Pumpum, na região de Brong Ahafo, a cerca de 400 quilómetros a norte da capital do Gana, Acra.

Outras Notícias