Terminou a segunda edição da semana da protecção civil no Porto Santo

19 Mai 2019 / 12:49 H.

Realizou-se hoje o encerramento da semana da protecção civil no Porto Santo, um evento organizado pela edilidade local.

Para fazer um balanço desta semana da protecção civil, o coordenador da autarquia para estes assuntos, Artur Oliveira, disse ao DIÁRIO que o exercício, na totalidade, foi “muito positivo”.

“Este é um papel em que a Câmara Municipal quer de uma vez por todas implementar e fazer parte do quotidiano, nomeadamente da sua juventude. Nesta semana, os exercícios que começaram na segunda-feira, dia 13, e só finalizaram hoje, teve como base simulacros junto das escolas do primeiro ciclo, mas também do pré-escolar, sendo que tudo decorreu dentro do que estava previsto”, afirmou.

Ter uma cultura de segurança

Artur Oliveira disse ainda que estes exercícios “deram para perceber que estiveram envolvidos para o mesmo fim, que é ter uma cultura de segurança”.

Artur Oliveira salientou ao DIÁRIO que as reacção das crianças “quando sentem que uma ambulância está a chegar ou mesmo o carro da bomba, como se costuma dizer, ficam todos entusiasmados”, contudo “existem algumas que ficam preocupadas, pois pensam que estes exercícios não são simulacros e que poderá ser mesmo uma coisa real”.

Crianças querem o contacto com os intervenientes do exercício

Disse ainda que, acima de tudo, “elas gostam e querem mesmo ver é o bombeiro, fazer perguntar e e tocar no material”.

Pensando num futuro não muito longínquo, Artur Oliveira disse “que a médio prazo poderá vir um reforço da ilha da Madeira, mas temos de saber o que é que podemos contar”. Foi nesse sentido que o coordenador adiantou “que as crianças ontem puderam contar com os Bombeiros, GNR, Polícia florestal, Autoridade Marítima e PSP, tendo sido muito importante”.

Em outras edições há que avançar mais

Artur Oliveira referiu que há que “avançar um pouco mais e tentar chegar a outro patamar, a outros níveis de escolaridade e, quem sabe, também à própria comunidade local”.

O DIÁRIO sabe que, nesta sexta-feira, a organização deste exercício realizou simulacros em algumas unidades hoteleiras, sendo que um dos objectivos finais desta semana da protecção civil no Porto Santo é que todos os elementos, que compõe a protecção civil local, estejam bem preparados para um exercício parcial de emergência ‘TTX’, (no âmbito do programa de actividades para a protecção civil da autarquia), que se vai realizar na primeira quinzena de Junho.

Outras Notícias