SANAS percorreu 120 milhas náuticas e despendeu 40 horas nas buscas pelo homem desaparecido no Seixal

14 Ago 2019 / 22:16 H.

Em jeito de balanço, o SANAS Madeira revelou quais os meios envolvidos nos cinco dias de buscas pelo homem de 35 anos que esteve desaparecido na Costa Norte da ilha, depois de ter desaparecido no Seixal, durante a tarde.

Numa publicação efectivada na rede social Facebook, o SANAS Madeira esclarece que depois do alerta a embarcação afecta à Estação de Salvamento do Porto Moniz (SANAS105), chegou ao local “em menos de 20 minutos”.

“O mar tempestuoso dificultou-nos a ida e dificultou também a luta pela sobrevivência do indivíduo de 35 anos que apenas hoje foi encontrado e resgatado na Ribeira da Janela. Empenhamos tudo o que podíamos empenhar, asseguramos os serviços que tivemos de assegurar e mobilizamos tudo o que pudemos para encontrarmos o corpo e para que a família e amigos possam realizar as cerimónias fúnebres ao seu ente querido”, escreve o SANAS Madeira, deixando ainda “um agradecimento a todas as incansáveis entidades de busca e salvamento que partilharam o teatro de operações”, nomeadamente, Bombeiros Voluntários de São Vicente e Porto Moniz, Polícia de Segurança Pública, Polícia Marítima, Instituto de Socorro a Náufragos, Serviço Regional de Protecção Civil e MRSC Funchal.

Os números dos cinco dias de buscas:

Veículo - 1;
Embarcações - 2;
Operacionais - 20;
Horas de buscas - 40;
Quilómetros de estrada - 200km;
Quilómetros de oceano - 200km (à volta de 120 milhas náuticas);
Litros de combustível - 470;

Outras Notícias