Reparação do emissário submarino dos esgotos do Funchal já está a decorrer

12 Jul 2019 / 12:00 H.

Faz parte da primeira fase da reabilitação da ETAR – Estação de Tratamento de Águas Residuais (esgotos) - do Funchal. Neste momento decorrem os trabalhos de reparação do emissário submarino, com recurso a mergulhadores. Os trabalhos acontecem a partir de um batelão, que é visível na zona do Lazareto.

Esta reparação acontece em simultâneo com a beneficiação da ETAR situada na Zona velha, que inclui a substituição de quase todos os equipamentos. Mas, como esta estação só consegue fazer tratamento pré-primário e as regras europeias exigem, para uma população da dimensão da do Funchal, pelo menos tratamento primário, será necessário construir uma nova estação, o que está programado para o vale do Lazareto.

Esta fase dos trabalhos tem um prazo de execução de sensivelmente três meses.

A obra mais global, que incluí a nova estação, tem um custo superior a 12 milhões de euros.

Tópicos