Prada garante que “o PSD cumpre a lei”

Denuncia de Miguel Inglésias contestada pelo secretário-geral do PSD-M

25 Mai 2019 / 18:06 H.

Sem qualquer razão de queixa neste sábado de reflexão para as eleições ao Parlamento Europeu, o PSD-M, através do seu secretário-geral, José Prada, é categórico em afirmar que “o PSD cumpre a lei e sempre cumprirá a lei”.

O dirigente social-democrata remete para o que diz a Comissão Nacional de Eleições sobre propaganda eleitoral para reafirmar “nós cumprimos a lei”.

De acordo com o advogado, a proibição de propaganda na véspera e no dia da eleição só é proibida “até à distância de 500 metros das assembleias de voto” e mesmo nestes casos, considera que só é obrigatória a retirada quando “seja visível da assembleia de voto”.

Conclui por isso que só haverá incumprimento no que à propaganda eleitoral diz respeito se a mesma existir nas imediações das assembleias de voto.

“Os cartazes que o PSD tem [afixado] são os grandes e nenhum está colocado a menos de 500 metros das mesas de voto, que eu tenha conhecimento”, afiançou.

Em jeito de resposta ao vice-presidente do PS que já anunciou que a CMF irá remover os placards de propaganda afixados no concelho, Prada alega “mesmo que estivesse ilegal não podem tirar sem notificar o infractor”.

Feito o reparo, o dirigente social-democrata conclui com nova tirada: “Por isso mais uma vez deviam ler a lei e se informarem antes de virem para o facebook”.

Outras Notícias