Mar e Pescas faz balanço “positivo” de programas com investigadores canários

22 Jan 2020 / 12:48 H.

A utilização dos recursos marinhos como forma de valorizar a cultura gastronómica da Madeira, Canárias e Cabo Verde, tendo a investigação e o uso responsável como aliados, foi um dos pontos principais da reunião de trabalho que decorreu hoje entre o secretário regional de Mar e Pescas, Teófilo Cunha, a directora regional do Mar, Mafalda Freitas, e os investigadores espanhóis do Arquipélago de Canárias, Carmen Hernandez e José António.

Os dois investigadores canários têm trabalhado em parceria com investigadores da Madeira em dois projectos científicos de valor acrescentado para o desenvolvimento da economia azul: o ‘MACAROFOOD’ e o ‘MARISCOMAC’.

O primeiro prevê campanhas de prospecção dos recursos marinhos por pesqueiros da Madeira nos mares de Cabo Verde; o segundo o desenvolvimento de condições técnicas de base científica para a exploração sustentável e responsável de mariscos e peixes nas águas da Madeira, Canárias e Cabo Verde, como forma de valorizar a gastronomia de cada uma das regiões parceiras através da restauração e do turismo.

Os governantes regionais e os investigadores fazem um “balanço positivo” do desenvolvimento dos respectivos projectos. Secretário regional de Mar e Pescas, a director regional do Mar e investigadores canários fazem balanço a dois programas de investigação dos recursos marinhos.