Madeira viaja a bordo do veleiro francês ‘Marité’ através de exposição fotográfica

DE 10 a 14 de Outubro, o veleiro estará atracado na Figueira da Foz, terminando assim uma viagem de três anos, no âmbito da campanha ‘O´símbolo RUP nasce sob as estrelas da sorte’.

08 Out 2019 / 17:41 H.

A Madeira viaja a bordo do veleiro francês ‘Marité’, através da exposição fotográfica ‘Exotic Taste of Europe’ que retrata o cultivo de frutas e legumes de 4 das 9 regiões ultraperiféricas da União Europeia (RUP), nomeadamente, Madeira (Portugal), Canárias (Espanha), Guadalupe e Martinica (França).

O histórico veleiro francês de três mastros vai atracar na Marina da Figueira da Foz de 10 a 14 de Outubro, sendo esta a última escala de uma viagem que durou três anos.

Depois de ter atracado em 17 cidades portuárias da Europa, e de ter feito duas escalas em Portugal, nomeadamente em Lisboa (2017) e no Porto (2018), a exposição chega agora à Figueira da Foz, uma região portuária antiquíssima, cuja importância da actividade comercial e do trânsito de mercadorias, ao longo dos séculos, fez nascer o concelho da Figueira da Foz.

A bordo, a exposição ‘Exotic Taste of Europe’ já recebeu mais de 45.000 visitantes. Trata-se de um conjunto de fotografias que retratam o cultivo de frutas e legumes de 4 das 9 regiões, entre elas, a Madeira, mostrando o cultivo da banana, assim como outros produtos desses territórios europeus, tais como as uvas, o maracujá, a anona, o abacate, a cana-de-açúcar, o tomate, entre outros.

O veleiro e a exposição têm acesso livre e gratuito ao público, entre os dias 10 a 14 de Outubro, das 9h às 18 horas.

Para Jorge Dias, gerente da GESBA – Empresa de Gestão do Sector da Banana, Lda., uma das três organizações promotoras do programa de promoção, o tour do veleiro Marité, com as suas 18 escalas em cidades portuárias, foi “uma acção carregada de simbolismo”. “O veleiro representa simultaneamente a distância e a aproximação entre as Regiões Ultraperiféricas e os países da plataforma continental europeia e as velas do histórico veleiro transmitem uma mensagem das RUP: origem e qualidade”, salienta, acrescentando que a componente pedagógica desta acção permitiu “chegar às crianças, a geração que construirá o futuro da Europa, através da sensibilização e transmissão de conhecimentos sobre os territórios ultraperiféricos da UE e os seus produtos agrícolas, e sobre os valores europeus intrínsecos ao seu cultivo: qualidade, sustentabilidade, sabor e rastreabilidade”.

Outras Notícias