José Manuel Rodrigues cita Jardim no discurso

15 Out 2019 / 16:27 H.

O presidente do parlamento terminou a sua intervenção com uma frase histórica proferida em 1978 pelo Dr. Alberto João Jardim: “A Madeira será o que os madeirenses quiserem.

José Manuel Rodrigues começou a intervenção recordando as eleições “muito disputadas” e a menor abstenção.

“É um novo ciclo político, é uma nova realidade com que todos temos de conviver e como presidente da ALM felicito o PSD e o CDS pela forma séria e rápida como se entenderam na base de compromissos e de ideias programática para a nossa Região”, afirmou.

O presidente da ALM destaca o “resultado equilibrado entre a nova maioria e a oposição” que fará “com certeza deste parlamento o epicentro do debate político”.

José Manuel Rodrigues não esqueceu os “comportamentos centralistas e violação sem qualquer tipo de pudor” da Autonomia e o Estatuto.

Dirigindo-se ao Governo Regional, destaca como problemas por resolver a questão da demografia, da violência sobre as mulheres e sobre os mais velhos, a baixa qualificação dos recursos humanos e os baixos rendimentos.

“A credibilização da Autonomia e das suas instituições é um caminho que deve ser percorrido com persistência e tenacidade”, sublinha o presidente da ALM.