Há um novo Vinho Madeira alusivo aos ‘600 anos’ que custa 4.500 euros

Trata-se de um ‘blend’ com onze vinhos singulares dos séculos XIX, XX e XXI provenientes das cinco castas brancas típicas da Madeira

05 Set 2019 / 19:26 H.

Foi lançado esta tarde, na Blandy’s Wine Lodge, um Vinho Madeira ‘premium’ alusivo aos ‘600 anos’ da descoberta do arquipélago. Trata-se de uma combinação (‘blend’) de onze vinhos singulares dos séculos XIX, XX e XXI, tradicionalmente envelhecidos e provenientes de cinco castas brancas típicas da Madeira, nomeadamente, Sercial, Verdelho, Terrantez, Boal e Malvasia. Cada garrafa tem um custo a rondar os 4.500 euros e apenas serão lançadas 600 no mercado.

“O que é que se pretende com esta edição? Fazer um vinho marcante para celebrar os ‘600 anos’, que tem de ter uma dignidade muito grande. Para ter essa dignidade tem de criar memória e para criar memória tem de ser muito bom. O vinho é pensado para reunir as qualidades de todas as castas, desde a grande frescura do Sercial até à riqueza de um Boal e Malvasia, passando pela ‘especiaria’ de um Terrantez. Queremos marcar os ‘600 anos’ com um vinho que crie memória e então fizemos um ‘pack’ muito especial constituído por 600 garrafas feitas em cristal, de 1,5 litros, com idade média superior a 50 anos, quase 100, assinadas e personalizadas, ou seja, não há duas garrafas iguais”, esclareceu o premiado enólogo da Madeira Wine Company, Francisco Albuquerque.

O especialista que emprega o seu nome a este ‘Winemaker Selection’ assumiu que tem “muita dificuldade em caracterizar” este vinho, mas ainda assim avança que este deve ser “provado, degustado e apreciado”, colocando-o mesmo num leque de generosos que servem de “meditação”.

“São 600 garrafas num Mundo tão grande. Este é um produto ‘premium’, sobretudo para apreciadores e para pessoas que gostam muito de vinho e que queiram ter uma peça única. Todo o ‘package’ é de luxo. Poderia ter feito um vinho de 600 anos com base num só vinho, num só ano, numa só casta, mas acho que assim é muito mais interessante. Quis tornar este vinho extremamente apetecível. É único e não vai haver outro igual. Estamos a falar de um ‘blend’ cujo vinho mais antigo é de 1863 e o lote mais novo é de 2004”, acrescentou Francisco Albuquerque, esta tarde, na apresentação dos novos Vinhos Madeira, na Blandy’s Wine Lodge, onde para além desta edição especial ficaram-se a conhecer três novos ‘Frasqueiras’ e três novos ‘Colheitas’.

Outras Notícias