Há 30 anos, sondagem do DIÁRIO para as eleições autárquicas antecipava o que viria a acontecer no Funchal

04 Dez 2019 / 15:22 H.

A 4 de Dezembro de 1989 o DIÁRIO, a duas semanas das eleições autárquicas, o DIÁRIO publicava uma sondagem viria a acertar em pleno, no concelho do Funchal. O estudo de opinião apontava para uma vitória do PSD, 50% dos votos e cinco vereadores, contra 37% da coligação PS/CDS, com quatro mandatos. Nestas eleições o Funchal ainda elegia nove vereadores e só anos mais tarde, quando ultrapassou os 100 mil eleitores, passou a ter uma vereação com 11 lugares.

João Dantas era o candidato social-democrata e Emanuel Jardim Fernandes liderava a coligação entre socialistas e centristas. A sondagem mostrava uma tendência de quebra eleitoral do PSD que viria a acentuar-se nas eleições de 17 de Dezembro.

O PSD ganhou as eleições e, como previa o estudo de opinião, elegeu cinco vereadores, contra quatro da coligação. A diferença entre as candidaturas é que foi menor do que o previsto. O PSD obteve 47% dos votos, contra 42% da coligação PS/CDS.

Tópicos

Outras Notícias