Funchal acolhe iniciativa pela abolição do sofrimento animal

Marcha pelos Direitos dos Animais sai do Largo do Chafariz pelas 16 horas

14 Set 2019 / 15:22 H.

A iniciativa ‘Marcha Oficial pelos Direitos dos Animais 2019’ está a decorrer no Largo do Chafariz, no Funchal, contando com cerca de três dezenas de participantes. Os movimentos pelos direitos animais partem desse local rumo à Assembleia Legislativa da Madeira às 16 horas, numa acção que pretende alertar para a necessidade da abolição do sofrimento animal.

Tal como explicou Fábio Diniz, porta-voz da comissão organizadora, o evento teve origem na Inglaterra, tendo começado em 2016 com 2.500 participantes e desde então tem-se espalhado por várias cidades. Este sábado é a vez do Funchal se juntar a este movimento.

Questionado sobre a fraca adesão, a organização refere que endereçou convites a diversas associações de defesa animal e através das redes sociais à população em geral. “Se não dermos as mãos e nos unirmos, nunca mais conseguimos fazer mais do que podemos fazer neste momento”, referiu Fábio Diniz, pedindo uma união entre associações de defesa animal e população em geral.

O porta-voz referiu que os movimentos representados nesta iniciativa visam a abolição de todo o sofrimento animal, seja de animais de companhia, nos matadouros, testes laboratoriais e outros formas de exploração animal.

Neste momento, no Largo do Chafariz, decorre a actividade Cubo da Verdade, em que alerta para diversas formas de exploração e sofrimento animal. A marcha que deve partir às 16 horas, passando pela Rua do Aljube, Avenida Arriaga, Rotunda do Infante, Avenida do Mar e terminando em frente à ALRAM, terá como palavras de ordem “Libertação Animal”, “Pelos Animais, Pela Humanidade, Pelo Planeta”.

A iniciativa é organizada pelo Despertar Madeira, Direct Action Everywhere - Madeira, Anonymous for the Voiceless: Funchal, VegMadeira e Funchal Animal Save.

Outras Notícias