Estudo permite reflectir sobre desenvolvimento de programas de intervenção nas crianças

09 Dez 2019 / 16:10 H.

No âmbito da realização de um estudo sobre habilidades pessoais, sociais e emocionais em crianças da ilha do Porto Santo, levado a cabo pelo Investigador, enfermeiro Filipe Pires, no âmbito do seu processo de doutoramento em Enfermagem pela Universidade Católica Portuguesa, durante a manhã do dia 9 de Dezembro, estiveram reunidas as várias entidades políticas, governamentais e outros lideres da comunidade para se proceder a uma avaliação do Empoderamento Comunitário acerca da temática em estudo.

Foi aplicado a todos os presentes a Escala de Avaliação do Empoderamento Comunitário (EAVeC) (Melo et al, 2019), que permitirá identificar a percepção dos membros da comunidade do Porto Santo face a nove domínios do empoderamento comunitário atendendo à temática em estudo, avaliando-se nomeadamente: a participação; a liderança; as estruturas organizativas; a avaliação dos problemas; a mobilização dos recursos; a capacidade para questionar; as ligações a outras pessoas e organizações; o papel dos agentes externos e a capacidade de gestão do programa/projeto.

A avaliação realizada para além de fazer parte de um estudo de investigação, permitiu à comunidade do Porto Santo reflectir sobre o desenvolvimento de programas de intervenção centrados nas crianças, dando-se ênfase ao poder e envolvimento que todos os membros da comunidades assumem neste contexto de construção dos mais jovens, que são o futuro da sociedade. Após a análise dos assuntos discutidos em reunião será realizado pelo investigador um diagnóstico de situação, que permitirá no futuro envolver toda a comunidade na criação de um programa de intervenção organizado, com liderança e recursos sustentáveis, que seja promotor de um desenvolvimento saudável das competências pessoais, sociais e emocionais das crianças.