Ecocartão da Câmara Municipal do Funchal beneficia mais de 11 mil alunos

A autarquia assinou esta tarde protocolos com algumas das escolas do Funchal.

08 Out 2019 / 17:55 H.

A Câmara Municipal do Funchal (CMF) assinou esta tarde um protocolo com nove escolas do concelho, com vista à implementação do Ecocartão, um novo projecto da Autarquia que visa incentivar a comunidade escolar a aperfeiçoar as boas práticas ambientais no domínio da gestão de resíduos sólidos, em especial, da deposição selectiva de resíduos.

Segundo o Presidente da Câmara Municipal do Funchal, este “projecto piloto inovador da Autarquia pretende promover o compromisso dos docentes, dos não docentes e dos alunos com as boas práticas ambientais, aumentar as taxas de deposição selectiva de resíduos e de preparação para a reutilização e reciclagem, reduzindo a produção de resíduos indiferenciados”.

Miguel Silva Gouveia explicou que a Câmara Municipal do Funchal vai “disponibilizar doravante sacos reutilizáveis para a deposição selectiva dos resíduos de papel e embalagem de cartão, de vidro, plástico e metal”, sendo que, no momento de recolha, os serviços vão avaliar a qualidade da separação dos resíduos.

“Sempre que houver uma recolha de resíduos em conformidade, será atribuído um ponto por cada quilo de resíduos separado pelo estabelecimento de ensino, os quais poderão depois trocar os seus pontos por vouchers para adquirir material escolar, informático, desportivo, lúdico e didáctico, de jardinagem e de bricolage”, concluiu Miguel Silva Gouveia.

O Ecocartão abrangerá, nesta primeira fase, cerca de 11.350 alunos das escolas Bartolomeu Perestrelo, Dr. Horácio Bento de Gouveia, de Santo António e Curral das Freiras, dos Louros, Dr. Eduardo Brazão de Castro, Gonçalves Zarco, Dr. Ângelo Augusto da Silva, Francisco Franco e Jaime Moniz. A assinatura dos protocolos decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho e contou também com a presença da Vice-Presidente da Autarquia, Idalina Perestrelo.

Outras Notícias