CMF não responde às questões do CDS sobre licenciamentos

19 Jun 2019 / 19:07 H.

A vereadora do CDS na Câmara Municipal do Funchal, Ana Cristina Monteiro, queixa-se de que a Câmara Municipal do Funchal (CMF) não conseguiu responder às duas questões por si levantadas na reunião da vereação que se realizou esta quarta-feira (19 de Junho).

Concretamente: “Quanto tempo está a autarquia a levar a responder aos pedidos de licenciamentos que lhe são dirigidos para habitação, obras, investimentos, comércio, etc? E do número de pedidos entrados, quantos aguardam há mais de seis meses?”

Ana Cristina Monteiro afirmou à saída da reunião que o seu partido tem vindo a registar pedidos dos munícipes que se queixam do “tempo demasiado” que a autarquia agora liderada por Miguel Gouveia leva para diferir os licenciamentos.

“É importante conhecermos os prazos porque há denúncias de muita burocracia”, referiu. “Quanto maior for a rapidez da autarquia a diferir os pedidos de licenciamento e dos empresários, maiores serão as receitas da Câmara”, rematou.