Aniversário do Instituto para a Qualificação motiva tertúlias e debates na FNAC

06 Jun 2019 / 16:04 H.

No âmbito das comemorações dos 40 anos do Instituto para a Qualificação, IP-RAM, a FNAC organiza, de 7 a 9 de Junho, em parceria com esta instituição, tertúlias com profissionais de reconhecida experiência que irão dinamizar diversas temáticas como ‘O papel das empresas na Formação dos Jovens e Adultos’, ‘A importância da formação profissional como ponto de partida’, e ainda uma retrospectiva às áreas profissionais do passado em relação ao futuro.

A primeira iniciativa ‘O Papel das Empresas na Formação dos Jovens e Adultos’ decorre na FNAC do Madeira Shopping às 19 horas de amanhã, 7 de Junho. Com moderação de Teresa Oliveira – Instituto para a Qualificação, IP-RAM, o debate juntará os convidados Ilídio Sardinha, director de Recursos Humanos da empresa Avelino Farinha Agrela, Ferdinando Pereira, director de Recursos Humanos da Empresa de Cervejas da Madeira, Teresa Spínola, cabeleireiros Teresa Spínola, Maurílio Caires – da empresa Maurílio Caires Informática, e Jorge Martins, do Instituto para a Qualificação, IP-RAM.

A ideia é dar a conhecer a experiência/opinião de intervenientes na formação profissional.

Para sábado, 8 de Junho, está previsto o debate em torno da importância que terá para as empresas os formandos com formação profissional. Marcado para as 17 horas, o tema junta Esmeralda Gouveia, do Instituto para a Qualificação, IP-RAM, no papel de moderadora, juntamente com Soraia Nunes, ex-formanda do curso de Cabeleireiro e formadora do IQ, IP-RAM, Pedro Faria, ex-formando do curso de Técnico/a de Receção, Orçamentação de Oficina e formador do IQ, IP-RAM, Sérgio Jesus, ex-formando do curso de Construções Metálicas, membro de júri e empresário, Joana Pereira, ex-formanda do curso de Técnico/a de Instalações Elétricas e do curso de Estética, Paulo Fernandes, ex-formando do curso de contabilidade e empresário da área de contabilidade e Tiago Faria, ex-formando de Técnico/a de Mecatrónica.

O debate pretende identificar a importância da formação profissional como ponto de partida para alguns jovens que, através da formação adquirida puderam trabalhar na área como formadores e empresários.

No último dia de tertúlia, 9 de Junho, será debatido os ‘Profissionais do Passado com Futuro’ que junta, às 17 horas, Sara Estudante Relvas – Presidente do Instituto para a Qualificação, IP-RAM, Carlos Nóbrega, Monitor do curso de Técnico/a de Instalações Elétricas, Tiago Gomes, Monitor do curso de Serralharia/Soldadura, Victor Azevedo, Investigador assistente do M-ITI Madeira Interactive Technologies Institute e Formador do curso de Técnico/a de Mecatrónica e Filipa Oliveira, Psicóloga.

A ideia passa por abordar a problemática das áreas profissionais que estão em extinção, bem como a dificuldade em cativar jovens para as áreas do ramo da Construção Civil (Carpintaria, Serralharia, etc), abordando novas áreas profissionais e a sua conjugação com as profissões do passado.

Outras Notícias