Madeira

“Não vamos deixar cair em saco roto os problemas da Madeira”

None

Foi em ambiente de comício contido, fruto da actual pandemia, que o líder do PSD, Rui Rio foi recebido em Câmara de Lobos por cerca duas centenas de militantes e aproveitou para enaltecer a governação social-democrata madeirense, mas disse mais. Disse que “não vamos deixar cair em saco roto os problemas da Madeira”.

Rio diz que já sabia quais eram os dossiers que criam um contencioso entre a Região e Lisboa, no entanto nestes dois dias de visita ficou mais por dentro das reivindicações nomeadamente a revisão da Lei das Finanças Regionais ou Zona Franca, enumerou como dois exemplos apenas.

“Se há exemplo de governação é na Madeira e não há espaço que tivesse progredido como a Madeira”, expressou, recebendo os primeiros aplausos de um discurso reconhecendo que regime autonómico favoreceu esse progresso.

A segunda salva de palmas foi quando assumiu que irá assumir a “palavra dada por outros” no confinanciamento da construção do novo hospital, aliás Rui Rio já tinha dado a receita durante a tarde ao criticar o “perdão fiscal” concedido pelo Governo da Republica à EDP, num “esquema manhoso”, conforme classificou.