Operador de máquina de rasto morre em Oleiros no combate a incêndios

07 Out 2017 / 22:39 H.

O condutor de uma máquina de rasto morreu hoje, em Oleiros, na sequência do capotamento do veículo que operava no combate ao incêndio florestal que deflagrou, pelas 16:00, naquele concelho.

O óbito foi confirmado pelas 21:00, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Castelo Branco, adiantando que o acidente ocorreu ao final da tarde.

A vítima ficou debaixo da máquina, não resistindo aos ferimentos sofridos, acrescentou.

O fogo, que deflagrou perto de Cardal, na freguesia Estreito e Vilar Barroco, naquele concelho do distrito de Castelo Branco, está, entretanto, em fase de resolução, isto é, sem “perigo de propagação para além do perímetro já atingido”.

No local mantinham-se, pelas 22:00, em trabalhos de prevenção, consolidação e rescaldo mais de 130 operacionais, apoiados por cerca de quatro dezenas de meios terrestres, de acordo com a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Tópicos

Outras Notícias