As autárquicas “são eleições muito personificadas e não de ideologia”, diz Élvio Sousa

As últimas sondagens para as eleições regionais, publicadas pelo DIÁRIO, dão conta de algumas mudanças nos vários partidos regionais. JPP diz que é difícil fazer comparação entre eleições

19 Jun 2017 / 21:53 H.

Élvio Sousa concorda com a importância do estudo: “As sondagens são uma ferramenta indispensável para o trabalho político. No entanto, o líder parlamentar do JPP afiança que as sondagens não têm revelado a intenção de voto dos eleitores do partido: “As sondagens, com o movimento Juntos pelo Povo, nunca acertaram com o perfil do nosso eleitorado. Em 2009 davam conta de cerca de 3% e acabámos com 17%”, recorda. Sobre as autárquicas, Élvio Sousa refere que “são eleições muito personificadas e não de ideologia” e, por isso, é difícil fazer uma comparação. Admitindo que “não é fácil ganhar” e que “qualquer perda é uma derrota”, o deputado mostra-se confiante nos candidatos do partido: “Temos de pensar positivamente e temos de mostrar ao eleitorados que estamos a fazer por equilibrar as contas”.

Tópicos

Outras Notícias