Albuquerque diz que a Região está “no rumo certo” e quer mais ensino de tecnologias nas escolas

19 Mai 2017 / 15:44 H.

Miguel Albuquerque assumiu que a Região está “no rumo certo” e afirma que isto não é um “auto-contentamento ilusório”. O presidente do Governo Regional afirma que é um rumo simples, possível com um processo de recuperação economico-social proporcionado pelo executivo regional.

O presidente do Governo Regional, que participa nas cerimónias do Dia do Empresário Madeirense, afirma que estamos com subidas na captação de investimento, “apesar das mal-feitorias que fizeram ao Centro Internacional de Negócios”, crescimento do turismo, crescimento na hotelaria, crescimento do emprego e na política do mar, nomeadamente com o Registo Internacional de Navios. Além disso, dentro de poucos anos teremos 5 toneladas de peixe de aquacultura da Madeira.

Albuquerque recordou que temos 268 engenheiros informáticos em empresas que se instalaram na Madeira e frisou ser crucial uma estreita ligação com as empresas e a Universidade da Madeira

O desafio é a diversificação económica. A área tecnológica é uma das áreas em que podemos apostar, afirmou o presidente do Governo Regional.

Mais de 7 mil postos de trabalho, fruto dos programas ‘Valorizar’. Este e outros números foram apresentados por Miguel Albuquerque como forma de argumentar o apoio que tem vindo a ser dado aos empresários e trabalhadores.

Miguel Albuquerque frisou ser necessário a aposta nas tecnologias. No entanto, refere que apesar de melhorias no sector dos serviços, ainda há muita precariedade e desemprego. As novas tecnologias de ponta aumentam a produtividade, mas não aumentam o emprego.

As nossas economias continuam a aumentar a produtividade, mas esse crescimento não se repercute no rendimento da maioria dos trabalho e no crescimento do emprego estável”, salientou e, por isso, diz que o Governo vai apostar na formação para as tecnologias. A matemática aplicada e a robótica serão ensinadas nas escolas da Região.