Campanha de Natal angaria mais de 50 mil donativos nas farmácias portuguesas

‘Programa abem: Rede Solidária do Medicamento’ divulgou, hoje, os resultados da Campanha ‘Dê Troco a Quem Precisa’

País /
22 Jan 2020 / 11:33 H.

A 5.ª edição da campanha solidária ‘Dê troco a Quem Precisa’, de recolha de fundos em farmácias portuguesas (que decorreu também em farmácias da Madeira), angariou um apoio monetário de 35.750,07 euros, num total de 52.840 donativos.

Esta iniciativa do ‘Programa abem: Rede Solidária do Medicamento’ permitiu, assim, que mais 357 pessoas carenciadas fossem integradas no fundo solidário, passando a ter acesso, durante um ano, a todos os medicamentos prescritos de que necessitam.

A campanha, que decorreu entre 16 e 25 de Dezembro, com o Alto Patrocínio da Presidência da República, convidou os portugueses a doar o troco resultante das compras efetuadas nas farmácias ao ‘Fundo Solidário abem:’. O montante angariado será inteiramente aplicado na aquisição dos medicamentos dos beneficiários da rede.

“Estamos gratos pela solidariedade que os portugueses demonstraram, mais uma vez, através de uma forte adesão à campanha. Contamos com a ajuda de todos para, até final deste ano, conseguirmos ajudar 20 mil pessoas em situação de carência de medicação”, refere Maria de Belém Roseira, uma das embaixadoras da Associação Dignitude, entidade dinamizadora do ‘Programa abem:’.

Em Portugal, uma em cada dez pessoas não tem acesso aos medicamentos por falta de dinheiro, sendo muitas as famílias de baixos rendimentos que não conseguem fazer face à despesa com a medicação prescrita. É aqui que entra em acção o ‘Programa abem’ que apoia, actualmente cerca de 12 mil beneficiários, 13% dos quais crianças.

Desde o seu arranque, em Maio de 2016, o programa já permitiu a aquisição de 418.930 embalagens de medicamentos.

O ‘Programa abem’ está presente em todos os distritos do país e regiões autónomas e assenta numa rede de parcerias com entidades locais que referenciam ao programa as famílias em risco. Estas pessoas, quando se tornam beneficiárias do abem recebem um cartão que passam a usar na farmácia para levantar os medicamentos de que necessitam, sem qualquer custo.