100 personalidades que marcaram a década

Na imprensa diária, há atrasos nas reformas, riqueza acumulada e mais operação Marquês

05 Dez 2019 / 09:49 H.

Uma edição especial para guardar é o que oferece hoje a Visão, que reuniu nas suas páginas aquelas que acredita são as 100 figuras da década. Poderosos, inspiradores, inovadores, líderes, agitadores, controversos, campeões, virais. Dentro de uma destas categorias ou mais encontram-se nomes como os portugueses Cristiano Ronaldo, José Tolentino Mendonça, António Guterres, Joana Marques Vidal, Jorge Jesus, Jorge Mendes, Sara Sampaio e Cristina Ferreira, ou os internacionais Papa Francisco, Barack Obama, Xi Jinping, Greta Thunberg, Lula da Silva e Mark Zuckerberg.

A revista Sábado, também sai à quinta-feira, e hoje traz um alerta sobre os “perigos” do Veganismo, referindo estudos que provam que não comer carne nem peixe acarreta riscos para a saúde de adultos e crianças. O alerta vem acompanhado de um guia para proteger a saúde.

Na imprensa diária, mais um caso de alegada corrupção. O JN noticia: “Procurador investigado por ajudar traficante”. É suspeito de ter colaborado num plano de fuga da cadeia. O grupo que se dedicava ao tráfico introduzia grandes quantidades de droga em Portugal usando contentores do Porto de Sines. Campeões europeus das comissões, escreve também o jornal no título que acompanha a foto de Jorge Mendes, que facturou 12 milhões só com o negócio de João Félix. Ninguém pagou tanto a empresários como os clubes nacionais em 2019. Chamada ainda para as famílias mais ricas, que duplicaram em Portugal nos últimos três anos.

No Público, mais um motivo de alerta. O programa das rendas acessíveis está a falhar em todo o país. Há mais de 5.000 candidatos para 249 habitações. 70 anos da NATO: Líderes marcam novo encontro para daqui a dois anos. Rui Rangel também tem chamada de primeira. O juiz justifica ganhos com programas de televisão.

O Governo demora cinco meses a pagar reformas, revela o Correio da Manhã, acrescentando que há mais pedidos e menos funcionários. Nesta capa, a imagem do Sporting, que venceu ontem o Gil Vicente por 2-0. “Bruno Fernandes aguenta leão”, escreve. Cristiano Ronaldo também tem direito a uma pequena foto com a legenda “Craques da bola loucos por carros e diamantes”.

No Diário de Notícias, a pergunta na manchete. “Como ser Rico?” E a resposta “Mais vale nascer em berço de ouro do que ganhar o Euromilhões”. A fortuna de Cristiano Ronaldo não se compara com a da família Amorim, a mais rica de Portugal. Há mais de 1600 anónimos com contas rechegadas, são mais do dobro do que a Autoridade Tributária pensava, acrescenta o jornal. Em grande destaque, o primeiro-ministro israelita, de visita a Portugal. Na política internacional ainda a greve-geral em França e uma entrevista com Chaudhry Sarwar, ex-deputado escocês.

O juiz Ivo Rosa volta à capa do i e não por boas razões. “Relação arrasa Ivo Rosa na Operação Marquês”. O madeirense queria que os depoimentos de Ricardo Salgado no Monte Branco e no caso GES não valessem no processo Marquês, mas desembargadores “deram-lhe nega”. O preço das casas vai continuar a aumentar diz o matutino. Moody’s dizque vão subir 4%, o Banco de Portugal diz que mercado imobiliário está sobrevalorizado. Nesta edição uma entrevista ao líder do Iniciativa Liberal.

“Taxa de rotatividade para empresas vai mesmo avançar”. A medida penaliza os empregadores que mais recorram à contratação a prazo, adianta o Negócios. “Orçamento preso entre a despesa herdada e a prometida” é outra notícia, esta de menor destaque. Aqui também o alerta do Banco de Portugal para a sobrevalorização do imobiliário. Na corretagem, os Estados Unidos dão pontapé de saída para comissões zero.

A vitória do Sporting domina os desportivos. “Coração de Leão”, escreve a Bola; Às costas do capitão”, prefere o Record, enquanto O Jogo opta por “Bruno Salva”.