Votar com Coragem para mudar: porque a Autonomia não tem donos

18 Set 2019 / 02:00 H.

Um governo do PS liderado por Paulo Cafôfo vai governar para todos da mesma forma, sem privilégios, sem compadrios, sem olhar às opções políticas de cada um. Que ninguém se deixe ludibriar pelas mentiras que o poder, gasto dos 43 anos, anda a espalhar à falsa fé. A verdade é que, com um governo PS na Madeira, todos contam, ninguém vai perder o emprego, ninguém vai ser excluído, ninguém vai perder os apoios sociais a que tem direito, nenhuma Câmara será prejudicada por ser de uma outra cor política, como acontece onde as autarquias são do PS: não têm nenhum apoio, não têm contratos programa, vai tudo para as do PSD.

E é aqui, nestas atitudes, a juntar a tantas outras, como na distribuição viciada dos fundos estruturais, nos eventos oficiais, onde misturam partido e governo e desprezam, às claras, as oposições, no modo de tratamento das juntas de freguesia de outros partidos, que provamos o quanto o PSD de autonomista nada tem, apenas pretende ser o dono da autonomia, uma autonomia à medida dos interesses correlatos, para usar e abusar, controlar e dominar e não com o objetivo de colocá-la ao serviço dos madeirenses. Com Paulo Cafôfo a governar a Região, a Autonomia será de todos, assente no diálogo, no sentido de responsabilidade, na reivindicação, mas sempre ao serviço dos interesses dos madeirenses, dos porto-santenses e do desenvolvimento sustentado da Madeira.

Nós somos democratas e lutamos pela liberdade de cada um, sem exceções, sejam funcionários públicos ou do setor privado. Não perseguiremos, não faremos chantagem, não ameaçaremos nem tiraremos direitos adquiridos a ninguém. Essa estratégia de voltar a desenterrar a mitologia do medo de outros tempos, como diz o povo, “foi chão que já deu uvas”, contudo, deveremos estar atentos e, Com Coragem para Mudar: não se deixem cair no sentimento da dúvida. Seja permitido citar João Paulo II: “Não tenham medo” – porque esta é hora da Democracia plena na nossa terra!

Basta avaliar o percurso e o programa das autarquias lideradas pelo Partido Socialista, já vão no segundo mandato, aliás, reforçaram o número de votos, bem como as Juntas de freguesia, devido ao excelente trabalho que têm feito em prol de todos, sem exceção. Esta é mais uma demonstração de que o trabalho foi positivo e que os madeirenses desses concelhos e freguesias confiaram e continuam a confiar na governação autárquica do PS. E em relação ao ensino, além de garantirmos manuais, transportes e alimentação gratuitos, também em relação aos professores, um governo regional liderado pelo PS, com Paulo Cafôfo a presidente, não vai recuar em nada do que está sendo feito, antes pelo contrário, vamos proceder à conclusão de todo o processo de descongelamento das carreiras e recuperação integral do tempo de serviço. Mais: connosco a governar, deixa de haver a imposição de quotas para o acesso aos 5.º e 7.º escalões, serão contabilizadas todas as bonificações em termos de carreira decorrentes de mestrados e doutoramentos e vamos resolver a situação dos professores contratados. Que a Esperança vença, definitivamente, o medo – e a alternância em Democracia, chegará, por fim, a esta Região!

Rui Caetano

Tópicos

Outras Notícias