Polícia deteve o principal suspeito do ataque em Utrecht

18 Mar 2019 / 18:06 H.

A polícia holandesa informou que deteve Gokmen Tanis, principal suspeito do tiroteio hoje em Utrecht que fez pelo menos três mortos e cinco feridos.

Numa conferência de Imprensa, um porta-voz da polícia anunciou que o principal suspeito do tiroteio, Gmkmen Tanis, de 37 anos, natural da Turquia, foi detido hoje à tarde.

As autoridades não esclareceram ainda o motivo do tiroteio, mas inclinam-se para motivação terrorista.

O pai do suspeito agora detido disse à agência de notícias turca DHA que se o filho cometeu o crime “deve ser punido”, referindo que já não tem contacto com ele há mais de 11 anos.

De acordo com média locais de Utrecht, Tanis tem cadastro, tendo sido levado por várias vezes a tribunal, na Holanda, por pequenos furtos e por uma acusação de violação.

O tiroteio verificou-se hoje, pelas 10:45 (hora local, 09:45 em Portugal Continental) num elétrico que percorria o bairro de Kanaleneiland, no centro de Utrecht.

Tópicos