Incêndio nas Ilhas Canárias queima mais de mil hectares e deixa mil deslocados

12 Ago 2019 / 09:52 H.

Um incêndio que lavra na ilha Grã Canária, em Espanha, acumula já mais de mil hectares queimados e obrigou a deslocar mil pessoas, das quais 125 retiradas esta madruga das localidades de Tejeda e Artenara.

Os três municípios afetados por este incêndio, que forçou a deslocação de mil pessoas desde sábado, são Tejeda, Artenara e Gáldar.

As 125 pessoas retiradas das habitações nesta madrugada foram acolhidas em instalações no município de San Mateo, onde, finalmente, apenas 15 pessoas passaram a noite, especificaram as fontes dos serviços de emergência do Governo regional das Canárias.

As frentes que permanecem ativas e as que foram difíceis de alcançar durante a noite, devido a problemas de acesso, são as localizadas em Tejeda e no Parque do Outono, em Artenara, indicaram as mesmas fontes.

Nos trabalhos para a extinção deste incêndio, declarado no sábado no cume da ilha Grã Canaria, 230 operacionais participaram nesta madrugada e espera-se que os meios aéreos recomecem a funcionar em breve.

Na zona afetada de 23 quilómetros, cobrindo 1.000 hectares, estiveram a trabalhar no domingo 600 operacionais, nove helicópteros, um avião e um hidroavião.