Vereadora do CDS diz que taxa turística no Funchal não traz benefícios

16 Jan 2020 / 15:00 H.

A vereadora do CDS na Câmara Municipal do Funchal pronunciou-se hoje, no final da reunião semanal, sobre a aplicação da taxa municipal turística, aprovada hoje pelo executivo camarário.

Ana Rita Gonçalves considera que se trata de uma “taxa questionável” por “não traduzir nenhum benefício directo par quem a paga”. Por outro lado, a altura para a sua implementação “não é a mais oportuna, uma vez que o sector do turismo regista um decréscimo no número de dormidas”. A este factor acresce, segundo a vereadora, “o condicionamento do Aeroporto da Madeira” e a falência de alguns operadores turísticos que em nada beneficia a introdução desta taxa no Funchal.