TSD/Madeira defendem “intervenção conjunta” a favor dos trabalhadores

27 Dez 2019 / 16:18 H.

Depois do encontro com a UGT - União Geral de Trabalhadores, a direcção dos Trabalhadores Sociais Democratas da Madeira (TSD/Madeira) reuniu-se, esta sexta-feira, com os representantes do Sindicato de Energia de Portugal, num encontro que serviu para “reforçar a estratégia de proximidade às diferentes entidades e instituições que, na Região, partilham das mesmas preocupações e defendem mais e melhores condições laborais”, referiu o Presidente dos TSD/M.

Amílcar Gonçalves mostrou-se satisfeito com mais este encontro, centrado na necessidade de uma maior valorização profissional de quem trabalha neste sector e na importância da formação ao longo da carreira.

Considera essencial a aposta na formação e na especialização profissional de modo a “garantir o combate à dependência exagerada de recursos externos”.

Os representantes sindicais deram conta, nesta reunião, da luta que têm vindo a desenvolver a favor da promoção de melhores condições laborais para quem trabalha na Madeira, apontando, neste enquadramento, a importância da existência de um Centro de Arbitragem de Relações Laborais.

A produção de energia e as diferentes fontes actualmente passíveis de utilização, assim como a área das comunicações - especialmente relacionada com a fibra óptica - fizeram, também, parte dos assuntos abordados.

Amílcar Gonçalves reiterou, na ocasião, a importância de garantir que todos os trabalhadores, independentemente das áreas em que prestem serviço ou das funções que desempenham, “se sintam mais valorizados, defendidos e apoiados”, sendo esta uma estratégia a concretizar na base do diálogo e da concertação social com as demais forças representativas do trabalho.

O presidente dos Trabalhadores Sociais Democratas da Madeira fez ainda alusão à necessidade de reforçar a abertura e a maior aproximação dos TSD/Madeira à sociedade, por entender que “é dessa abertura e desse trabalho conjunto que depende, directamente, o encontro de melhores soluções, tanto para quem trabalha, quanto para o futuro da nossa Região”.~