Pedro Ramos faz “balanço positivo” à transferência de feridos e enaltece cooperação

A trasladação dos corpos, ainda sem data definida, será o próximo passo a ser tratado pelo governo português.

20 Abr 2019 / 12:34 H.

Pedro Ramos, secretario Regional da Saúde, fez um “balanço positivo” à operação montada esta manhã, feita com “seriedade e responsabilidade pela Protecção Civil e pelo Hospital do Funchal, conjuntamente com os colegas do staff clínico alemão que estiveram na Região há cerca de 48 horas”, salientou Pedro Ramos no aeroporto, logo depois do avião da Força Aérea alemã ter descolado com os 12 feridos a bordo.

O Secretário salientou que estes doentes voltaram a casa, “não porque tivessem más condições de tratamento aqui na Madeira, mas por uma questão de humanização e de regressarem rapidamente à sua terra-natal com a sua língua, de forma a terem um acompanhamento mais próximo com os seus familiares”.

O avião vai aterrar na cidade alemã de Colónia, levando depois os doentes para a enfermaria do hospital de trauma. Depois, referiu, “consoante a evolução dos doentes, serão transferidos para as suas localidades”.

A trasladação dos corpos das vítimas que faleceram na sequência deste trágico acidente no Caniço, será da responsabilidade do governo português e é o próximo passo a ser tratado, embora ainda sem data definida. “As autopsias estão concluídas e dentro de 24 a 48 horas, toda a identificação dos que faleceram estará finalizada”, adiantou o secretario.

O ferido alemão que ainda permanece no hospital do Funchal mantém-se nos cuidados intensivos. Trata-se de uma mulher politraumatizada com traumatismo cervical e abdominal que já foi submetida a cirurgia.

Quanto ao estado de saúde do motorista do autocarro e da guia, os únicos madeirenses envolvidos neste acidente, Pedro Ramos referiu que permanecem “estáveis”.

O Secretário enaltece os esforços conjuntos entre todas as entidade que se mobilizaram no transporte destes feridos.