PCP quer ver resolvida situação dos precários da RTP/Madeira

02 Dez 2019 / 17:42 H.

O PCP lançou hoje, no Funchal, a ‘Semana da Precariedade Laboral’, com uma iniciativa política junto às instalações da RTP/Madeira. Edgar Silva disse que “a situação dos trabalhadores precários na RTP/Madeira é um dos processos mais escandalosos do País no que se reporta à situação dos trabalhadores precários”.

“Enquanto os 18 trabalhadores precários da RTP/Madeira continuam na situação intolerável de exploração, toda a injustiça se torna ainda mais clamorosa quando se torna o único centro de produção da RTP em que os precários continuam a ser mão de obra escrava. É que, ao contrário de todo o resto do País, em Lisboa, Porto e Açores, se resolveram os problemas dos trabalhadores precários, na Madeira tudo está por resolver”, afirmou.

Edgar Silva disse ainda que “uma vez que o Conselho de Administração da RTP não cumpriu com as promessas feitas quanto à resolução deste problema laboral, chegou a hora de envolver o parlamento e cada um dos partidos políticos num movimento de apoio à justa luta do sindicato e dos trabalhadores da RTP/Madeira”.

Porque o PCP requer urgência resolutiva deste problema inadiável, revelou que agendará o debate desta questão dos trabalhadores precários.

A ‘Semana da Precariedade Laboral’ será marcada com diversas iniciativas políticas que colocarão a gravidade deste flagelo social nesta Região, quer no sector público, quer no sector privado, envolvendo milhares de trabalhadores nos mais variados ramos de actividade laboral.

Outras Notícias