Participação dos delegados do PSD-Madeira no Congresso Nacional está em risco

22 Jan 2020 / 18:21 H.

A participação dos delegados do PSD-Madeira no Congresso Nacional está em perigo. O DIÁRIO sabe que, a nível nacional, foi tomada a decisão de impedir a inscrição de delegados, o que está relacionado com a questão do pagamento das quotas. A mesma questão que levou à anulação da recente votação para a liderança nacional na Madeira.

A haver uma inversão da decisão de não autorizar a inscrição de militantes da Madeira, isso tem de acontecer até amanhã, por ser o dia do prazo limite para as inscrições. O Congresso está marcado para os dias 7, 8, 8 de Fevereiro, em Viana do Castelo.

O regulamento determina que a Madeira tem direito a 30 delegados. Localmente não houve eleições para escolher os representantes do PSD-Madeira. Os delegados são escolhidos pela Comissão política Regional, que é presidida por Miguel Albuquerque.

Nas declarações, ao DIÁRIO, a propósito dos primeiros 100 dias de Governo, Miguel Albuquerque falou indirectamente da questão, ao dizer que estão a ser desenvolvidos esforços para a resolver o problema ligado ao pagamento das quotas e consequente normalização das relações.

Tópicos