Ministro acompanha cancelamentos e TdC ainda não deu visto à concessão

10 Ago 2018 / 17:38 H.

Já passaram dois meses e o Tribunal de Contas TdC) ainda não deu qualquer visto ao concurso público de concessão da operação da linha aérea Porto Santo/Madeira/Porto Santo pelo que a forma encontrada pelo Ministério do Planeamento e das Infraestruturas tem sido a realização de um ajuste directo com a Binter Canarias SA de modo a precaver as ligações aéreas entre as duas ilhas, o que não é impedimento para se faça as viagens desde 5 de Junho. Esta é a resposta de fonte do Ministério de Pedro Marques, depois de o nosso jornal ter questionado a tutela dos transportes.

A mesma fonte, também confirmou, há instantes, que o Ministério está a acompanhar os cancelamentos dos voos tendo solicitado à companhia espanhola esclarecimentos formais sobre a prestação de serviços regulares antes de emitir qualquer resposta, que poderá sair sob a forma de comunicado.