“Funchal tem sido um pólo impulsionador do paradigma das cidades inteligentes e das novas tecnologias”

26 Jul 2019 / 18:22 H.

A vice-presidente da Câmara Municipal do Funchal (CMF), Idalina Perestrelo, esteve presente esta manhã no seminário ‘Funchal pois é’. Um simpósio cuja 1.ª edição teve como temática ‘Uma Smart City Europeia ou a primeira Cidade Humana Europeia’, organizado pelo arquitecto Manuel Rosa, e pelas delegações regionais da Ordem dos Engenheiros e da Ordem dos Arquitectos, contando com o apoio da autarquia.

Idalina Perestrelo realçou, na abertura oficial, a importância da realização de seminários como este, que “para além de debater, fazem-nos reflectir e procurar soluções inovadoras para a cidade ao nível da qualidade de vida, sustentabilidade ambiental e económica”.

“Ao longo dos últimos anos, o Funchal tem sido um pólo impulsionador do paradigma das cidades inteligentes e das novas tecnologias. No entanto, a Câmara Municipal do Funchal tem vindo a realizar diversos esforços no sentido de tornar igualmente a cidade mais inclusiva para a população residente e para todos aqueles que nos visitam, com diversas medidas na área das acessibilidades, a nível de obras públicas, mobilidade, ordenamento do território e cultura, entre outros”, referiu ainda a autarca.

O seminário decorreu no Museu da Electricidade – Casa da Luz e contou com um painel composto por cerca de uma dezena de oradores de diversas áreas.

Outras Notícias