Escola do Porto Moniz voltou a hastear ‘bandeira verde’

Este ano junta-se às escolas primária e secundária o Centro de Dia do Seixal, todos com o galardão do programa ambiental Eco-escolas.

15 Jan 2020 / 17:00 H.

Foi ao som de um hino criado pelas crianças do Porto Moniz que a escola local voltou a hastear a ‘bandeira verde’, galardão do programa ambiental Eco-escolas e ícone do reconhecimento das boas práticas ambientais que têm sido levadas a cabo pelos alunos, professores e funcionários dos dois pólos que fazem parte deste estabelecimento de ensino, commumente tidas por ‘escola primária’ e a ‘escola secundária’.

A cerimónia que decorreu nos Paços do Concelho, contou com a presença de várias entidades locais, bem como com a visita de Susana Prada, Secretária Regional de Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas, e do Director Regional da Educação, Marco Gomes, recebidos que foram pelo presidente da Câmara Municipal do Porto Moniz, Emanuel Câmara.

Todos os governantes foram unânimes ao enaltecer as preocupações e cuidados ambientais empreendidos pelos alunos e professores, não esquecendo que, sobretudo as crianças poderão ter um efeito disseminador junto dos adultos, particularmente das suas famílias.

Emanuel Câmara, o anfitrião, além de reconhecer o mérito dos mais pequenos na distinção agora renovada, aproveitou a oportunidade para se congratular pelo facto de o Centro de Dia do Seixal, organismo que recebe diariamente muitos dos idosos da freguesia, passar a ostentar, a partir deste ano e pela primeira vez, a sua bandeira Eco-escolas.

Na opinião do autarca, estas distinções mostram que o município se preocupa com o ambiente e com as alterações climáticas, implementando, no terreno, políticas adequadas para o efeito. São pequenos gestos, que “parecem que não valem nada, mas valem muito”, sintetizou.

Já Susana Prada, a secretária com o pelouro do ambiente, aproveitou o momento para ensinar os mais novos que a reutilização é muito mais importante do que a reciclagem. E foi com casos práticos que a mensagem foi transmitida: “Quando a roupa de um de vocês já não vos cabe porque vocês cresceram, reutilizam no irmão mais novo, ou no primo ou no amigo”, exemplificou, referindo que “aquilo que ainda faz melhor ao planeta não é reciclar, é reutilizar”. A governante não deixou, também, de apelar a não utilização do plástico, já que esse é um material que tem consequências nefastas no ambiente.

O Porto Moniz passa, assim, a ostentar, este ano, três ‘bandeiras verdes’, duas em estabelecimentos de ensino, e uma, pela primeira vez, num estabelecimento que está vocacionado para a ocupação dos tempos livres dos mais velhos, o Centro de Dia do Seixal, numa iniciativa do Gabinete de Apoio ao Idoso daquele município nortenho.