Escola da Ribeira Brava “dá resposta às necessidades actuais e futuras”

08 Nov 2019 / 11:24 H.

Depois de ter ouvido as explicações e acompanhado o secretário regional do Equipamento e das Infraestruturas durante a visita que efectuou esta manhã às obras da Escola Básica e Secundária Padre Manuel Álvares, na Ribeira Brava, o secretário regional da Educação, Ciência e Tecnologia sublinhou estar “satisfeito” com a evolução da primeira fase da empreitada que ficará concluída a tempo de receber os alunos no segundo período escolar.

Jorge Carvalho não considera que o estabelecimento esteja sobredimensionado para a demografia escolar até pelo facto de ter sido “redimensionada ainda na fase de projecto para dar resposta às necessidades actuais e futuras não existindo essa problemática”, recordou.

Antes, Pedro Fino explicou que o novo estabelecimento escolar está a ser construído no local onde actualmente funciona a escola que dá apoio a todo este concelho e a uma população escolar de 879 alunos, 78 professores e 39 funcionários. No novo edifício escolar funcionarão 20 turmas do 2º ciclo (5º, 6º) e do 3º ciclo (7º, 8º e 9º) e 19 turmas do ensino secundário e educação formação (10º, 11º e 12º), num total de 39 turmas.

A construção do novo edifício será executada em duas fases, conforme está definido no plano de faseamento, e constituirá um investimento total de 7,8 milhões de euros. Nesta primeira fase, que agora decorre, serão demolidos os blocos mais precários com um só piso, num total de 1.317,30m2 de área, e construídos parte dos dois blocos que compõem o edifício. Para a segunda fase serão demolidos os blocos com dois e três pisos e construídos a parte restante dos dois blocos, o ginásio e o parque de estacionamento com o polidesportivo descoberto na sua cobertura. A área total de demolição na segunda fase é de 4.719m2.

Outras Notícias