“É fundamental continuar a promover a justiça social e temo-lo feito”

12 Jun 2019 / 19:03 H.

A secretária regional da Inclusão e Assuntos Sociais, Rita Andrade, defendeu, hoje, no Funchal, que “é fundamental continuar a promover a justiça social”. “Temo-lo feito”, assegurou a governante na conferência intitulada “O papel da OIT no mundo laboral”, que teve lugar no salão nobre da Assembleia Regional e contou com o Professor Doutor Pedro Romano Martinez, director da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, como orador convidado.

Na oportunidade, Rita Andrade afirmou que valores como “justiça e equidade vão continuar a inspirar as políticas desenvolvidas” pelo Governo Regional, “numa lógica de prevalência dos valores inerentes à dignidade do acto de trabalhar e dos seus agentes”. A conferência teve como propósito assinalar o centenário da fundação da Organização Internacional do Trabalho (OIT). A iniciativa foi organizada pela Direcção Regional do Trabalho e Acção Inspectiva, segundo uma nota do Governo, serviu para “reflectir sobre a influência que as normas e recomendações da OIT têm tido no direito do trabalho a nível mundial, e mais em concreto no nosso país, com o intuito de levar à melhoria das condições de trabalho”.

Tópicos