Centro de abate do Santo da Serra na mira dos activistas dos direitos dos animais

29 Mar 2019 / 14:00 H.

Um pequeno grupo de activistas de defesa dos direitos dos animais do ‘Lisbon Animal Save’, associado ao grupo internacional ‘The Save Movement’, esteve ontem à entrada do Centro de Abate da Região Autónoma da Madeira (CARAM) e acompanhou a chegada de viaturas que transportavam vacas e porcos vivos. “Raiva e tristeza” foram os termos que uma das militantes madeirenses escolheu para definir a experiência, documentada num vídeo publicado no Youtube.

Esta visita à Madeira do ‘Lisbon Animal Save’ já estava a ser programada há cinco meses. A iniciativa, que vem na sequência de uma outra realizada nos Açores em Janeiro, serve para organizar um grupo local, apoiar a comunidade vegan e preparar vigílias, workshops, apresentações de documentários e eventos de realidade virtual sobre direitos de animais.

Tópicos