Cargos de confiança política custam 11 milhões ao ano

21 Jan 2020 / 07:00 H.

As 250 nomeações feitas pelo Governo Regional para cargos de confiança política representam um esforço financeiro de 793 mil euros por mês. O assunto faz a manchete do DIÁRIO desta terça-feira e conta ainda que os salários oscilam entre os 2 mil e os 5.200 euros.

Também em destaque na primeira página, a discussão do Orçamento Regional. O deputado do CDS Lopes da Fonseca provocou um dos momentos polémicos de debate, ontem, quando revelou o teor da conversa com Paulo Cafôfo, na noite das eleições. No final, o Orçamento foi aprovado na generalidade, apenas com os votos do PSD e CDS.

A Saúde é, uma vez mais, assunto chamado à capa do DIÁRIO, desta vez com novas informações sobre as controversas listas de espera do SESARAM: em 2019 ascendia a 21.400 operações, mais 500 face a 2018. Ainda sobre o sector, o incentivo prometido pelo Governo Regional ainda não chegou aos médicos.

Na Cultura, soube-se que o Museu dos Clássicos fica travado por mais um ano. Ainda em destaque na primeira página, a entrevista ao presidente da Juventude Popular da Madeira, que admitiu divergências no governo de coligação, sublinhando que o CDS tem de moldar a sua acção na perspectiva “da ética e da transparência”.

De resto, já sabe, as notícias regionais actualizadas ao minuto em dnoticias.pt.


Dia feliz.