Portosantense não comparece ao jogo com AD Machico por falta de lugares na viagem para a Madeira

Paragem do navio Lobo Marinho deixa como única alternativa a deslocação de avião

19 Jan 2020 / 11:46 H.

O Portosantense SAD emitiu, há pouco, um comunicado onde explica a sua falta de comparência no encontro agendado para as 11 horas deste domingo, frente à AD Machico, a contar para a Divisão de Honra Regional de futebol sénior.

No documento, a equipa da ilha dourada afirma que as viagens de avião para a Madeira estavam esgotadas. Sem a alternativa do barco, a comitiva composta por 17 pessoas estava obrigada a viajar em três dias distintos, implicando custos bastante acrescidos de estadia na Madeira.

Segundo o mesmo comunicado, o Portosantense assume que alertou a Associação de Futebol da Madeira para o problema, tendo também contactado a equipa adversária. A AD Machico aceitou a mudança do jogo, mediante algumas exigências, que não foram aceites pela tutela.

“Recusadas as exigências feitas pelo adversário à Associação de Futebol da Madeira, os nossos adversários de imediato informaram que não aceitavam a alteração defendendo os seus interesses que são legítimos como a de qualquer outro clube”, explica.

O clube afirma ter reunido documentação oficial, junto da companhia aérea, que confirma a falta de lugares nos voos deste domingo. No entanto, essa justificação não terá sido aceite, pelo que o Portosantense diz aguardar pela posição do Conselho de disciplina da Associação de Futebol da Madeira.

Por fim, o clube da ilha dourada questiona como é que os adversários se vão deslocar ao Porto Santo durante os próximos dias. “Nós prometemos que não aceitamos adiar o jogo. Depois o Conselho de Disciplina que faça justiça...”, termina.

Segundo apurou o DIÁRIO, a AD Machico compareceu no Estádio de Machico, tal como previsto, para a realização da partida.