Jogadores portugueses querem vencer e “continuar a escrever a história” no Europeu sub-19

12 Jul 2019 / 09:05 H.

Os jogadores da seleção nacional de sub-19 têm a ambição de revalidar o título no Campeonato da Europa de futebol, a disputar entre 14 e 27 de julho, na Arménia, e “continuar a escrever a história de Portugal”.

Em entrevista à agência Lusa, Tomás Tavares, do Benfica, Fábio Vieira, do FC Porto, e Félix Correia, que deixou o Sporting para rumar aos ingleses do Manchester City, mostraram-se confiantes numa boa prestação da seleção orientada por Filipe Ramos, frisando que entrar no grupo A com uma vitória sobre a Itália é importante para iniciar da melhor forma a defesa do troféu conquistado em 2018, na Finlândia.

“Temos de pensar em ganhar, pensar em continuar a escrever a história de Portugal, continuar o trabalho que geração de 99 fez. Sabemos que estamos preparados para dar uma boa resposta”, declarou o defesa ‘encarnado’ Tomás Tavares, durante o estágio da equipa de sub-19, na Cidade de Futebol, em Oeiras.

Para o atleta, de 18 anos, que este ano atuou na equipa de juniores das ‘águias’ e também na formação de sub-23, a seleção transalpina será um adversário a bater, antes de enfrentar a Espanha, sete vezes campeã no escalão, e a equipa anfitriã.

“Pensamos jogo a jogo, mas temos a ambição de passar às meias finais, a ambição de ganhar o Europeu, mas, primeiro, pensar no jogo com a Itália”, frisou.

Já o médio ‘azul e branco’ Fábio Vieira fez uma análise mais detalhada da ‘poule’ em que Portugal está inserido.

“Grupo bastante difícil. É importante dizer que a Itália tem sempre boas seleções, já jogámos contra eles este ano, ganhámos um jogo e perdemos o outro. A Espanha tem grandes equipas, todas as formações têm grandes jogadores e a Arménia pode usar o fator casa como uma mais-valia. [É preciso] encarar todos os jogos como se fosse uma final e aproveitar as fraquezas de cada adversário”, argumentou.

Motivado pelas conquistas do título nacional de juniores e da UEFA Youth League pelos ‘azuis e brancos’, Fábio Vieira tem consciência de que “não pode haver relaxamentos” durante os jogos, enaltecendo a mentalidade “de fazer de tudo para ganhar”.

Por sua vez, Félix Correia, deu conta da vontade do grupo em triunfar em solo arménio e manifestou respeito pelos compatriotas campeões em título.

“Estamos muito confiantes, sabemos o que nos espera, esperamos alcançar o nosso objetivo que é ganhar o campeonato da Europa. Imaginamos muito isso desde início. É uma seleção por quem temos muito respeito, admiramos muito os [jogadores] de 99”, concluiu.