Fu Yu “sem palavras” para o ouro conquistado no ténis de mesa nos Jogos Europeus

26 Jun 2019 / 19:18 H.

A portuguesa Fu Yu exultou hoje com a conquista da medalha de ouro na prova individual de ténis de mesa dos II Jogos Europeus, à qual juntou a qualificação automática para os Jogos Olímpicos Tóquio2020.

“Não sei o que dizer, não tenho palavras, estou muito contente. (...) De manhã estava mais focada e contente com o apuramento, agora veio o ouro. (...) Não estava nada à espera deste resultado”, admitiu.

Na final, Fu Yu venceu a alemã Ying Han por 4-2, com os parciais de 11-5, 11-8, 9-11, 9-11, 11-6 e 11-7.

“Não há segredos, já a tinha defrontado e perdi mais do que ganhei. De manhã já tinha ganho as meias-finais, já tinha garantido a qualificação para Tóquio2020, por isso neste jogo estava a jogar com mais paciência, menos stress”, confessou.

O facto de ter estado a vencer por 2-0 e permitir o empate, ainda por cima quando esteve perto do 3-1, foi desvalorizado: “É normal no ténis de mesa...estar a vencer por 3-0 e perder 4-3, não estava a pensar em muitas coisas, estava bem”.

Fu Yu assumiu claramente a iniciativa ofensiva do encontro, com Ying Han a jogar no erro da portuguesa.

“Ela é uma jogadora defensiva, falha pouco, põe muitas bolas na mesa e para jogar com ela tem de ser com paciência e atacar logo”, relatou.

Fu Yu manifestou ainda o desejo de que este seu êxito contribua para dar maior visibilidade ao ténis de mesa, confiando que “esta medalha possa chamar mais crianças” para a modalidade.

Garantido o lugar nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, a mesatenista de 40 anos diz que vai jogar menos, para melhor poder preparar a competição.

Na quinta-feira, começa a competição de equipas masculinas, com Marcos Freitas, Tiago Apolónia e João Monteiro a defenderem o ouro de Baku2015, na altura conquistado pelos dois primeiros e João Geraldo.

“Confio na equipa masculina, é para o ouro. Eles são bons”, concluiu.

Fu Yu conquistou a segunda medalha de ouro para Portugal nos Jogos Europeus, depois de Carlos Nascimento, nos 100 metros, sendo também o segundo ouro da modalidade no evento, depois de a equipa masculina ter vencido em Baku2015.

Além dos dois ouros, a seleção lusa soma mais nove medalhas nos II Jogos Europeus, cinco das quais de prata, alcançadas por: equipa de judo na prova mista, ciclista Nelson Oliveira (contrarrelógio), ginastas acrobatas Bárbara Sequeira, Francisca Maia e Francisca Sampaio Maia, em combinado e no exercício dinâmico, e Fernando Pimenta em K1 1000.

Na prova de equilíbrio, as ginastas ainda conseguiram uma medalha de bronze, também alcançada pela judoca Telma Monteiro (-57 kg), pela estafeta mista dos 4x400 metros e por Diogo Ganchinho nos trampolins.