Intervenção na ribeira do Porto da Cruz motiva denúncia de popular

17 Fev 2020 / 17:47 H.

Uma intervenção de limpeza de inertes que está a decorrer na foz da ribeira do Porto da Cruz motivou uma denúncia às autoridades por parte de um popular.

Segundo apurou o DIÁRIO junto do presidente da Junta de Freguesia do Porto da Cruz, esta intervenção foi requerida pela própria Junta, uma vez que a ribeira se encontra estrangulada devido à presença de vários inertes. “As obras do cemitério também contribuíram para esse depósito de resíduos”, lembra Duarte Fernandes.

O pedido para a limpeza desta zona já terá sido feito há vários meses, mas só agora terá sido concertado entre a Junta, Câmara Municipal de Machico e Governo Regional. O autarca ressalva que estamos a falar de questões de segurança para toda a população, uma vez que, se chover, podem existir consequências graves pela falta de limpeza.

No entanto, um residente no Porto da Cruz denunciou a situação e requereu a presença das autoridades no local, alertando para um possível roubo de inertes. Além da Polícia de Segurança Pública, esteve no local também a Polícia Marítima e a Guarda Nacional Republicana.